| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Vai um cházinho (de composto)?

01/12/2011

Desafiámos a empresa "Vida na Terra" para explicar, numa série de curtos artigos, a sua abordagem à nutrição vegetal, fertilidade do solo e fitosanidade.  Um elemento central da estratégia daquela empresa é a aplicação do chamado "chá de composto" que neste primeiro artigo ficamos a perceber o que é e porque funciona para garantir o bom desenvolvimento das culturas.


O chá de composto é uma fermentação sobre uma extração de composto. No início do processo de produção do chá, os nutrientes orgânicos e inorgânicos, mais grande parte dos microrganismos do composto, são extraídos para a solução. Esses organismos multiplicam-se exponencialmente durante o ciclo da fermentação, numa extensão que depende dos nutrientes solúveis extraídos e do tipo de alimentos que são adicionados à produção do chá de composto.

Então a performance do chá de composto vai depender em primeiro lugar, das condições do equipamento de fermentação e de extracção; e dos ingredientes adicionados à fermentação em segundo.
A Vida na Terra disponibiliza os melhores equipamentos e ingredientes, melhorados constantemente desde há mais de uma década, que atingem uma performance superior na extração e elevada qualidade da fermentação.

A aplicação do chá de composto realizado nestas condições, ao solo, à superficie foliar das culturas ou a pilhas de compostagem, significa um depósito de microrganismos e nutrição solúvel, sobre essas superfícies ou materiais.

Resulta então que essa população diversa e activa de micróbios aeróbios, aplicada pelo chá de composto, irá suprimir doenças, reter e melhorar a disponibilidade de nutrientes às raízes e parte aérea, desintoxicação de  bastantes resíduos e na bastante importante melhoria da estrutura do solo.

           

À esquerda uma fotografia de raíz sem a aplicação do chá de composto. De notar a fraca densidade microbiana sobre a superfície da raíz e a consequente vulnerabilidade que isso implica. À direita uma imagem de raíz que se desenvolve com o chá de composto: a sua superfície encontra-se coberta por uma diversidade de organismos aeróbios que competem pela área disponível não deixando espaço à entrada de qualquer organismo patogénico à cultura.

Existem bastantes exemplos internacionais mas também alguns nacionais onde a aplicação do chá de composto está comprovada no excelente resultado das explorações. Este resultado incide no bom desenvolvimento das plantas tanto a nível morfológico como fitossanitário, e na consequente redução dos custos em factores de produção.

 

 

Voltar