| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Formação e Consultoria em Gestão Agrícola para PME's

01/05/2003

Fernanda Pereira / Ilda Cardoso

O projecto Formação / Consultoria em Gestão Agrícola destinado a PME's (Pequenas e Médias Empresas), que a ANCABRA está a promover desde Novembro de 2002 junto dos seus associados, consiste em dotar os gestores dessas mesmas empresas dos instrumentos, dos quais falaremos mais à frente, necessários a uma gestão cada vez mais exigente, rigorosa e eficaz, e no fundo mais profissional.

A ANCABRA, consciente das dificuldades que os produtores seus associados têm que enfrentar, viu neste projecto um meio de apoiar a planear e organizar o seu trabalho e de os auxiliar na tomada de decisões com o objectivo de tornar as suas explorações mais rentáveis. Para tal selecionau dez Caprinicultores. De realçar que anexo ao programa AGROGESTÃO, os gestores também ficaram munidos de um Módulo de Animais" que substitui o Livro de Registos de Ovinos e Caprinos e Bovinos implementados pelo INGA.

Objectivos:

Reforço das competências de gestão dos agricultores e empresários agrículas;
Fomento do uso de novas tecnologias;
Facilitar o uso de ferramentas avançadas de gestão e de suporte à decisão.

Entidades Envolvidas

CAP
FZ AGROGESTÃO
ANCABRA

AGRICULTORES / EXPLORAÇÕES AGRÍCOLAS

Funcionamento / Metodologia do Projecto

- Aos agricultores foi pedido que efctuassem a recolha de toda a informação útil em suporte de papel (fichas de campo) durante toda a semana de trabalho. No início, a recolha informática era efectuada durante a visita semanal incentivando os agricultores a serem eles próprios a alançarem no programa, de forma compreensiva, os dados de gestão. As técnicas supervisionam, corrigem e aconselham sobre a utilização do programa e sobre diversos aspectos técnicos da empresa que acompanham. A cada técnica foram atribuídos cinco agricultores.

- O acompanhamento dos técnicos da empresa de consultoria FZ AGROGESTÃO, é mensal e estes têm como função efectuar correcções de fundo nos dados de gestão, sobretudo na parametrização da exploração e na incoerência de dados. Prestar informações sobre o correcto funcionamento do programa informático e ajudarem na interpretação dos resultados de gestão.

- O funcionamento do projecto foi acompanhado quer na organização quer na sua execução por um técnico da CAP (Coordenador), fundamental no esclarecimento de dúvidas e no acompanhamento regular às explorações.

Breve caracterização das explorações afectas ao projecto

As dez explorações a que a ANCABRA se encontra a dar apoio neste ano têm a seguinte distribuição geográfica:

As explorações também se dedicam a actividades vegetais tais como: feno, milho, batata, lameiros, hortas, etc., com o objectivo de complementarem a actividade pecuária que é a principal.

Espectativas do projecto

O ano está a terminar e pode-se já adiantar que o projecto da ANCABRA enquadrou-se nos objectivos anteriormente definidos, tendo sido transmitidos conhecimentos, práticas e atitudes no âmbito da gestão da empresa agrícola, com o auxílio do programa informático de gestão agrícola e aconselhamentos técnicos diersificados.

De ínicio existeram muitos dificuldades. A maioria dos agricultores não tinha conhecimentos informáticos que os colocasse à vontade na recolha de dados informáticos daí a sua resistência inicial e "medo de mexer" no programa. Gradualmente esse problema foi diminuindo e neste momento todos são autónomos no que se refere à introdução e manuseamento dos dados e programas. Todos os agricultores demonstraram um interesse e empenho muito grande na execução das tarefas que lhe foram solicitadas, necessárias para que este projecto fosse um sucesso.

Porém, estamos convictos que não iremos ficar por aqui. Um novo ano se aproxima e a ANCABRA está preparada para maiores desafios. Uma nova proposta foi realizada, mas desta vez com maior número de agricultores e com uma cobertura geográfica muito mais alargada. Acreditamos que este é o caminho que devemos seguir para que os nossos agricultores sejam o futuro

 

 

Voltar