| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Formação global em gestão agrícola: novas abordagens

30/10/2006

A ADISA, a AGROGES [a FZ AGROGESTÃO] e o IDRHa, com o apoio da Medida 7, Acção 7.3.1, e a preocupação de estruturar um conjunto de matérias e de instrumentos didácticos de suporte que permitissem dotar os formandos de um conjunto de competências bem definidas, conceberam um plano global de formação em gestão agrícola e produziram e editaram um conjunto de manuais em vários suportes.

 

Os conteúdos programáticos foram estruturados em torno de três temas centrais:planeamento da empresa agrícola; controle de gestão e análise de investimento. Estes módulos são a base estruturante do plano de formação e é com base neles que as acções de formação se desenvolvem, tendo sido produzidos para cada um destes temas diversos suportes de formação: documento teórico central, manuais de texto e exemplos, caderno de exercícios, glossário, software e-learning.

 

O documento teórico central incorpora o conjunto de matérias teóricas necessárias à boa compreensão dos conceitos, não como material de estudo/trabalho, mas sim como referencial teórico dos conteúdos.

 

Os manuais de texto e exemplos são apresentados com três objectivos essenciais: expor os conceitos e explicar as metodologias e ferramentas; exemplificar e ilustrar a sua aplicação e ainda, permitir a auto-avaliação dos formandos, através de um cojunto de questões que avaliam os objectivos específicos de cada parte do conteúdo. No final de cada manual é apresentado, separadamente, um glossário.

 

Para cada um dos módulos existe um caderno de exercícios que apresenta um conjunto de enunciados e respectivos dados de base, cobrindo de forma exaustiva os diversos pontos dos conteúdos temáticos.

 

O software desenvolvido para cada módulo permite tornar os conteúdos mais interactivos e dinâmicos e possibilita momentos de reciclagem e auto-aprendizagem. Cada cd-rom contém todos os produtos já referidos, mas articulados de forma dinâmica e interactiva, permitindo uma navegação fácil e sequencial. Os exercícios podem ser resolvidos, por exemplo, com o apoio de um «filme».

 

Para além disto engloba ainda «o caso de estudo». Seguindo um modelo do tipo anglo-saxónico, cada caso conta uma história e fornece um conjunto diversificado de informação, cabendo ao formador o encaminhamento da resolução no sentido que entender mais apropriado, dependendo do grupo de formandos em causa. Constitui uma peça chave do processo de avaliação de cada um dos módulos, uma vez que é a situação mais aproximada da vida real.

 

 

Voltar