| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

OLIGESTÃO na Cooperativa de Moura

[ 25/10/2011 ]

Foi com grande entusiasmo que a FZ AGROGESTÃO iniciou a implementação do OLIGESTÃO em mais um novo cliente de referência, a Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos, CRL. 

 

Cooperativa de Moura e Barrancos foi fundada em 1954 o seu principal objectivo era tornar o processo de plantação de azeitona e produção de azeite mais competitivo para os seus fundadores. Tudo começou com a compra de uma pequena prensa. Á medida que o número de associados crescia, também a produção cresceu e depressa foi comprado uma prensa bastante maior. Quando em 1987 a sua capacidade teve de ser novamente ampliada, a cooperativa fez outra compra, desta vez à Companhia do Azeite de Moura, que na altura era dona de uma prensa capaz de processar 230 toneladas de azeitona por dia.

Aumentando progressivamente o seu tamanho, através destas aquisições, a Cooperativa de Moura e Barrancos aplicou uma estratégia de sucesso a montar e correr a sua operação. A sua principal tarefa era a de defender os interesses dos agricultores pagando-lhes melhores preços, através de áreas seleccionadas de mercado. Novos investimentos transformaram a prensa de azeitonas da companhia na maior e mais avançada de Portugal com uma capacidade de processamento diária de 300 toneladas.

Com a sua avançada tecnologia, a prensa é eficiente, limpa e previne descargas poluidoras. A prensa tem uma capacidade superior a 12.000 toneladas de azeitona por ano oriundas dos olivais de mais de 1000 produtores, resultando num total de mais de 2 milhões de litros de azeite virgem por época.

Azeite de Moura é um azeite virgem produzido numa área de Designação de Origem Protegida (DOP). Este azeite tem umas qualidades organolépticas muito especiais devido a uma mistura única das variedades de azeitona Cordovil, Galega e Verdeal, que crescem na região. 

Outros clientes OLIGESTÃO

 

 

Voltar