| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Clientes ENOGESTÃO premiados na Alemanha

[ 12/10/2009 ]

Entre os vinhos portugueses premiados no Concurso Internacional de Vinhos “Mundus Vini 2009“ na Alemanha, 18 são produzidos por Clientes ENOGESTÃO.

Foram recentemente publicados, na Alemanha, os resultados do 9º Concurso Internacional de Vinhos “Mundus Vini 2009”, organizado pela editora alemã especializada em vinhos e bebidas alcoólicas “Meininger Verlag GmbH”.

A qualidade dos vinhos portugueses produzidos por Clientes ENOGESTÃO, foi premiada nas seguintes categorias: 

Branco: Medalhas de Prata

- Marquês de Marialva 2008, da Adega Cooperativa de Cantanhede

- Vinho Regional Alentejano 2008, da Herdade dos Grous

- Fado Terra d'Alter – 2008, de Terras de Alter Companhia de Vinhos

Rosé: Medalha de Prata

- Marquês de Marialva – 2008, da Adega Cooperativa de Cantanhede

Tinto: Medalhas de Ouro

- 2006 – Vinho Regional, da Herdade da comporta

- 2007 – Conde de Vimioso Regional, de Falua Soc. de Vinhos SA

- 2006 Quinta de S. Francisco Óbidos DOC, da Comp. Agrícola do Sanguinhal

- Vinhas da Ira Vinho Tinto 2005, de Henrique Uva

- Different Red 2006, da  Encosta do Sobral-Sociedade Agricola, Lda.

- Terra D'Alter Reserva Vinho Regional Alentejano 2008, de Terras de Alter Companhia de Vinhos

Tinto: Medalhas de Prata

- Arrepiado 2006 , da Soc. Agrícola Herdade do Arrepiado Velho

- Fosco Vinho Regional Alentejano, da Soc. Agrícola do Arrepiado Velho

- Vale Perdido, Red Wine –2008, da Casa Santos Lima

- Bons Ventos Red Wine – 2008, da Casa Santos Lima

- Calheiros Cruz Reserva 2007, de José Carlos de Morais Calheiros Cruz, Companhia Lda

-2006 Encosta do Sobral Reserva Tinto, da Encosta do Sobral-Sociedade Agricola, Lda.

- Terra d'Alter Alicante Bouschet – 2007, de Terras de Alter Companhia de Vinhos

- Terra D'Alter Reserva Vinho Regional Alentejano 2007, de Terras de Alter Companhia de Vinhos

Neste concurso em que participaram mais de cinco mil vinhos de 44 países, 300 eram portugueses e 85 foram medalhados. O júri, composto de 275 especialistas internacionais, provou todos os vinhos conforme o regulamento da “Organisation Internationale de la Vigne et du Vin (OIV)”, o que faz deste evento a maior “prova cega” de vinhos no mundo.

O êxito de vinhos portugueses neste concurso demonstra mais uma vez a qualidade e competitividade da oferta nacional nos mercados internacionais.

 

 

Voltar