| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

J. Moço

 

 

“Ouvi falar do AGROGESTÃO pela primeira vez num dos encontros do Clube de produtores SONAE (Dezembro de 2003). Desde então que fiquei atento à questão da informática para a agricultura. Agora que finalmente a nossa situação interna é mais adequada para a implementação de um sistema organizativo, estudámos o mercado e optámos pelo AGROGESTÃO. Estou convencido que é a ferramenta mais adequada para as nossas necessidades. Tanto para as questões mais administrativas como nas questões técnicas de produção.” José Moço (Director Geral da J.Moço, Lda)

A J. Moço, Lda. é uma empresa sedeada em Salvaterra de Magos em plena lezíria ribatejana e tem como objectivo expresso a produção de hortofrutícolas. Apesar de ter sido fundada recentemente, no início de 2006, o seu sócio gerente já tem uma longa experiência de mais de 20 anos no sector. Instalou-se como jovem agricultor aos 18 anos e desde então tem vindo a fazer crescer o seu negócio.

Dos cerca de 160 ha que produz reparte-os pelas culturas do tomate, pimento e beterraba – para industria - e cenoura, melão e melancia para o mercado dos frescos.

 A generalidade dos produtos é vendida a grossistas à porta da exploração, com excepção da cenoura que é escoada para uma cooperativa de comercialização - COOPERFOROS, da qual o Sr. José Moço é um dos cooperantes mais antigo. Aí a cenoura é preparada e embalada, seguindo depois para o seu principal cliente - a SONAE.

O principal objetivo da J. Moço ao implementar o AGROGESTÃO é o apuramento dos resultados de cada uma das suas actividades. Habituados a ser muito meticulosos nos seus processos de gestão, na J. Moço estão a tirar partido dos avançados métodos contabilísticos e sistemas de custeio do AGROGESTÃO, apurando não só todos os custos reais das suas actividades, como apurando o valor acrescentado gerado em cada uma. Estão também a apurar de forma precisa os custos de cada operação.

Paralelamente estão a fazer toda a sua gestão documental no módulo AGROGESTÃO.COMERCIAL, integrando assim esse passo administrativo nas restantes funções de gestão da produção.

“Não podíamos estar mais satisfeitos, tanto relativamente ao programa como em relação ao serviço. Quase todos as semanas entramos em contacto com a AGROGESTÃO, para avançarmos mais um passo na implementação de novos aspectos da aplicação - até já incorporam algumas das nossas sugestões na aplicação. No final do ano queremos estar a usar a generalidade das funções que eles disponibilizam, como a gestão de composição de fertilizantes, tratamentos fitossanitários, doenças, substancias activas e suas homologações e intervalos de segurança.” Edgar Santos (Director de Produção da J. Moço, Lda)



 

 

Voltar