| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Grupo J. Portugal Ramos

 

Após um ano longe de nós, o Grupo J. Portugal Ramos está de volta à família AGROGESTÃO®.

É com muito entusisamo e satisfação que voltamos ao trabalho conjunto com a equipa de fantásticos profissionais deste grupo que tanto admiramos. Obrigada pela confiança.

Poucos são os que não conhecem este produtor, mas aqui fica uma breve nota histórica, que reforça a importância do grupo no panorama vinico nacional.

Há mais de 20 anos que o nome João Portugal Ramos está associado aos vinhos portugueses, primeiro, como enólogo consultor de conhecidas marcas de vinho e, desde 1992, como produtor engarrafador.

O sucesso e os prémios acumulados ao longo da sua carreira valeram-lhe o reconhecimento nacional e internacional como um dos principais responsáveis pela evolução dos vinhos portugueses na última década

O Alentejo foi a região eleita para produzir os seus primeiros vinhos. Em 1990, João Portugal Ramos plantou os primeiros cinco hectares de vinha em Estremoz, onde vive desde 1988, dando início ao seu projecto pessoal.

A construção da adega em Estremoz, na Vila Santa, iniciou-se em 1997, tendo sido ampliada em 2000. Neste momento a área de vinha no Alentejo perfaz 500 ha.

Em 2004 nasceu a Falua tendo como objectivo prioritário engrandecer os vinhos da região Tejo e torná-los mais conhecidos no mundo com uma adega em Almeirim, equipada do mais sofisticado e moderno equipamento.

Em 2007 nasceu no Douro, o projecto Duorum, das mãos de dois enólogos que marcam a história do vinho em Portugal nas últimas décadas - João Portugal Ramos e José Maria Soares Franco. Um projecto com ambição e dimensão para se afirmar no mercado português e internacional.

Em 2010 deu inicio um novo projecto nos Vinhos Verdes, focado nos mercados internacionais e em 2013 fez-se a construção da adega nessa região e o lançamento, em Portugal, do primeiro Alvarinho João Portugal Ramos.



 

 

Voltar