| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Acushla

 

O ACUSHLA, produzido com toda a paixão nos terrenos da Quinta do Prado, em Vila Flor, é um dos melhores exemplos do que o Douro tem para oferecer. 

A oliveira, pela beleza, espiritualidade, resistência e longevidade que transmite, sempre fascinou Joaquim Moreira, o mentor do projecto. É assim que um empresário ligado ao ramo da moda, e que passou grande parte da sua vida profissional em grandes metrópoles urbanas, trabalhando ao ritmo frenético que as cidades hoje impõem, decidiu acarinhar um projecto alternativo em que o seu pai é responsável pela área de produção e ele próprio tem a responsabilidade da gestão e investimento. 

Com 14 hectares de olival centenário em produção, e 200 hectares de olival novo, a quinta tem aproximadamente 70 mil oliveiras, que quando atingirem a sua maturação produzirão cerca de 350.000 litros de azeite, sendo a maior área de produção em sistema biológico na região de Trás-os-Montes e Alto Douro.  

O crescimento dos olivais é feito no respeito absoluto pelos trâmites definidos pelo modo de produção biológica, previstos pela legislação europeia e americana do sector. Esta produção obriga a diversos procedimentos, mais morosos e dispendiosos, designadamente à manutenção do fundo de fertilização dos solos e ao respeito por princípios fitossanitários e de fertilização, sendo proibida a utilização de produtos químicos de síntese.

Quando em 2008, começamos a implementar o sistema de gestão e lagares – OLIGESTÃO – na Acushla de imediato percebemos que este iria ser uma mais-valia nesta empresa.  

Não só pela análise, de custos e proveitos da exploração que foi a primeira parte do software que eles começaram por utilizar, como por toda a parte da gestão do lagar, essencial a qualquer empresa destas dimensões.   

Outra das funcionalidades, que sabíamos de ante mão que seria valorizada e bastante apreciada, era a da rastreabilidade. Uma ferramenta que permite um controlo rigoroso da qualidade e da segurança alimentar.


 

 

Voltar