| PT | 
Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    pesquisa 

Alterações Climáticas

Tem-se verificado a ocorrência de acontecimentos até agora tidos como raros. Em 2007 registaram-se cinco acontecimentos invulgares em Portugal: o mês de Outubro mais seco do século, o dia mais frio de sempre em Novembro em Mirandela e Bragança, o Verão mais chuvoso do século, ocorrência de neve no Sul do continente pelo segundo ano consecutivo e a ausência de ondas de calor. Estas ocorrências têm sido relacionadas com a alteração do clima que tem estado a ocorrer a nível global.

As principais alterações climáticas que se estimam que venham a ter impacto em relação à agricultura são o aumento da temperatura média da superfície terrestre, as alterações na distribuição anual da precipitação e o aumento da frequência dos fenómenos extremos.

Estas alterações irão ter como consequência a mudança dos ciclos de desenvolvimento das culturas agrícolas, a antecipação das datas de floração, a diminuição da disponibilidade de recursos hídricos, a alteração na produtividade das culturas agrícolas, nomeadamente das culturas de sequeiro; o aumento da frequência de fenómenos extremos como o granizo, as temperaturas elevadas e as inundações e/ou secas conduzirão a perdas de produtividade, e a alteração dos hábitos das bactérias, dos fungos e dos animais será responsável por uma maior probabilidade de ocorrência de doenças e pragas exóticas, e por uma maior dificuldade do seu respectivo controlo.

As empresas cujas actividades estão dependentes destes processos, ou porque lhe são centrais, ou porque são centrais para os seus clientes, precisam de se preparar para o embate que lhes espera.

 

 

Voltar